sábado, 25 de agosto de 2012

Quem sabe faz a hora


JC- Oi, Tenho 20 anos e meu problema é com mulher.Até hoje nunca fui até o fim com uma mulher, tentei algumas vezes dos 15anos ate a 2 anos atrás mais ou menos, ficava muito mal depois ... depois desisti pra não passar mais vergonha....Ficava muito a fim,mas na hora H acabava a ereção.Já pensei em acabar com minha vida, mas não tive coragem ..Nunca contei isso pra ninguém a não ser um medico em outra cidade ha 2 anos que fui escondido dos meus pais... ele fez uns exames e disse que não tem nada de errado.Falou pra procurar psicólogo, mas não tive coragem.  Já pensei até que posso ser gay,mas não tenho atração por homem, só por mulheres.Estou angustiado,com medo de passar a vida assim,não vejo saida, porque nem chego mais nas meninas,nem papo quero, perdi a vontade de sair com os amigos, porque eles só falam nisso, vivo em casa sozinho e saio só pra ir pra aula, esse mês deixei até o futebol.


Resposta:
Caro J.C., se você já consultou um médico e nenhuma causa orgânica foi encontrada, com certeza sua dificuldade é de ordem psicológica. Metade do caminho já está concluido com essa descoberta.
As disfunções sexuais de origem psicológica são bem mais comuns do que se imagina, em qualquer idade - do homem ou da mulher. É que ninguém sai por aí falando das próprias dificuldades íntimas, muito menos os homens.
 Concordo que não é um assunto para ser conversado com qualquer pessoa, mas, se não existe liberdade para falar sobre isso com seus pais , ou outra pessoa da sua confiança, deve procurar um profissional da área médica que te encaminhe a um(a) psicologo(a) ou psicanalista . Se quiser encurtar o caminho,  informe-se sobre esses profissionais pedindo indicação a amigos e familiares. Não precisa explicar seus motivos, afinal você tem o direito de não se expor - mas não deixe de buscar uma solução.

 A questão financeira pode ser um obstáculo, mas ainda assim há solução. Nas universidades há tratamento a baixo custo.  Se você se sente constrangido de tratar do assunto com um profissional da saúde psicológica, pode optar pela orientação virtual. Hoje está muito em uso a terapia pela internet, que talvez te deixe mais à vontade para tratar de suas aflições. Importante é se movimentar e não se acomodar, pois soluções existem e muitas vezes as coisas se resolvem bem mais rapidamente do que você pensa. Tenha coragem, pois ninguém mais pode fazer isso além de você.Vá em frente ! Abraço
Aglair Grein-psicanalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário